Pós Graduação
CENTRO DE DISPENSAÇÃO MEDICAMENTOS DE ALTA COMPLEXIDADE (CDMAC)

O CEDMAC

O Centro de Dispensação de Medicações de Alto Custo (CDMAC), criado em 2007, é uma parceria entre a Disciplina de Reumatologia da FMUSP e a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. O desenvolvimento do modelo de terapia assistida do CDMAC trouxe soluções para questões centrais envolvidas no fornecimento direto aos pacientes de medicações termolábeis, injetáveis e de alto custo, retirando, como premissa, a interação do paciente com armazenamento e transporte desses medicamentos. De fato, essa sistemática de manejo logístico adequado às características dos imunobiológicos, aumenta a segurança do tratamento e monitoramento da efetividade clínica. Além disso, reduz significativamente o volume de frascos de imunobiológicos dispensados quando comparado ao modelo vigente de dispensação direta ao paciente resultando em uma relevante redução de despesas ao SUS no fornecimento desses medicamentos. Esse modelo desenvolvido fornece ainda assistência multidisciplinar padronizada durante a administração dos imunobiológicos e o acompanhamento do tratamento.

A Infraestrutura do CDMAC é adequada para viabilizar atendimento aos pacientes, treinamento de residentes, e realização de pesquisas relacionadas à imunobiológicos e doenças autoimunes do tecido conjuntivo. Conta com 8 leitos infusionais, 3 consultórios médicos, 2 consultórios de enfermagem, sala de discussão de casos e recepção. Nosso público alvo são os pacientes seguimento no Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP com doenças crônicas auto-imunes e indicação de tratamento com medicamentos imunobiológicos. Atualmente, o CDMAC atende uma média de 1200 pacientes/mês.

CERTIFICAÇÕES DE QUALIDADE

  • Certificação por Distinção Nível Diamante pelo IQG – Health Services Accreditation e Sociedade Brasileira de Reumatologia
  • Acreditado Pleno pela ONA – Organização Nacional de Acreditação em conjunto com o Instituto Central do HCFMUSP

NOSSA EQUIPE

SUPERVISORA

  • Dra. Eloísa Bonfá

COORDENADORES

  • Dr. Júlio César Bertacini de Moraes
  • Dra. Michelle Remião Ugolini Lopes (vice)

CORPO CLÍNICO

  • Profa Dra Rosa M R Pereira
  • Dra. Ana Cristina de Medeiros
  • Dra. Ana Paula Lupino Assad
  • Dra Andrea Yukie Shimabuco
  • Dra. Carla Gonçalves Schahin Saad
  • Dra. Emily Figueiredo Neves Yuki
  • Dr. Fernando Henrique Carlos de Souza
  • Dra. Nadia Emi Aikawa
  • Dra. Renata Miossi

ENFERMAGEM

  • Enf. Cleide Oliveira da Silva
  • Enf. Aline Castanha Sousa Torrano
  • Enf. Juliana de Faria Salema
  • Enf. Noemi Teixeira Pinto
  • Tec. Eliana Sena de Souza
  • Tec. Iraíldes Ribeiro da Silva
  • Tec. Rodolfo dos Santos
  • Tec. Uene Costa Silva

ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

  • Farm. Ana Carolina Vicente Oliveira
  • Farm. Andrea Genesi da Silva
  • Est. Jennifer Felizardo Romeu

SECRETARIA / RECEPÇÃO

  • Paula Cristina da Silva Souza
  • Daniel Elias da Silva
  • Jonathan Felix Mattioli

NOSSAS ATIVIDADES

ATIVIDADES ASSISTENCIAIS

  • Registro dos atendimentos em prontuário eletrônico com banco de dados relativo ao uso, eficácia e efeitos adversos relacionados aos agentes biológicos.
  • Aplicação supervisionada dos medicamentos imunobiológicos garantindo adesão, uso correto, armazenamento adequado e vigilância rigorosa sobre efeitos colaterais.
  • Acompanhamento longitudinal da eficácia do tratamento com agilidade para ajuste da medicação ou troca quando indicado.
  • Atendimentos agendados para aplicação e consultas médicas além de atendimento sob demanda em caso de efeitos adversos ou complicações
  • Avaliação dos pedidos administrativos de medicamentos não-padronizados em parceria com a SES-SP

ATIVIDADES ACADÊMICAS

  • Desenvolvimento de projetos científicos (doutorado, mestrado, trabalho de conclusão de curso, iniciação científica)
  • Reuniões científicas semanais
  • Difusão de conhecimento em artigos científicos baseados no banco de dados disponível
  • Análises fármaco-econômicas estimulando o uso racional dos recursos